SJE22

ARLS

È uma organização para meninas assim como você!  Durante o ano, as Filhas de Jó planejam e realizam várias atividades, encontros, promoções, campanhas, esportes... E através delas aprendemos coisas importantes para a vida, como: liderança, organização, trabalho em equipe e autoconfiança.

 

A Ordem

È baseada nos ensinamentos bíblicos sobre a vida do profeta Jó, sua paciência perante aos desafios e provações pelos quais teve de passar. O nome se refere às três filhas de Jó: Kézia, Jemima e Keren-Happouk, que são citadas na Bíblia como as "mulheres mais justas de toda a terra". (Jó 42, 15). A Ordem foi fundada em 1920 por Ethel Thereza Wead Mick nos Estados Unidos e  está presente em alguns países como: Canadá, Austrália, Estados Unidos, Filipinas, e Brasil. As cores da ordem são: branco, pureza e roxo, significando realeza e tem como lema:“A virtude é uma qualidade que grandemente honra uma mulher”.

 

A Fundadora Ethel

Ethel T. Wead Mick, carinhosamente chamada pelas Filhas de Jó por “Mãe Mick”, nasceu no dia 09 de março de 1881, na cidade de Atlantic, Iowa, filha de William Henry Wead e Elizabeth Delight Hutchinson Wead, a mais nova dos filhos do casal. Sua mãe, muito religiosa, lia todas as noites trechos da Bíblia, fazendo sempre referência ao Livro de Jó. A pequena Ethel, ao ouvir a história de Jó, alimentava a esperança de que tendo uma filha, esta seria: “Justa como uma Filha de Jó”. Fato este que influenciou, no futuro, a criação da Ordem Internacional das Filhas de Jó, em honra à memória de sua mãe.

Entre seus passatempos a Senhora Mick se dedicava ao canto e a pintura a óleo em porcelana chinesa. Ajudava e incentivava diferentes clubes de amizades e cívicos e um desses a Maçonaria, o que culminou com a criação da Ordem Internacional das Filhas de Jó. Foi Suprema Guardiã da Ordem (1921 a 1922) e faleceu em 21 de fevereiro de 1957.

 

 

 

Para ser Filha de Jó

  • Ter idade entre 10 e 20 anos completos;
  • Ter parentesco maçônico, com as Filhas de Jó ou Membro de Maioridade (MM);
  • Ter disponibilidade para freqüentar as reuniões;
  • Crer em Deus.

 

O Bethel

A Ordem Internacional das Filhas de Jó está dividida em grupos locais, chamados “Bethel”, palavra que significa “local sagrado”. O Bethel possui o Conselho Guardião, grupo de adultos que ajudam as Filhas de Jó na realização de seus trabalhos e por esse Conselho passam todas as decisões que as Filhas venham tomar. Tem o dever de apoiar os membros e participar de todos os eventos e trabalhos ligados à área administrativa, constitucional e ritualística do Bethel, sem interferir-nos mesmos.

No Bethel, as Filhas de Jó podem ocupar cargos oficiais ou fazerem parte do Coral.

Cada gestão dura em torno de seis meses. Assim, todos os membros do Bethel têm a oportunidade de ocupar diferentes cargos e aprender novos trabalhos.

 

 

As Reuniões

O trabalho ritualístico da ordem é baseado no triângulo, nas três Filhas de Jó, no Livro Sagrado, na Educação e combina emblemáticas representações de antigas eras latinas e gregas.

Seus membros são reconhecidos pelo uso de túnicas brancas (robes ou vestes), utilizados na época de Jó. A Honorável Rainha e Princesas utilizam capas roxas e coroas, simbolizando a dignidade de seu alto posto.

As reuniões dos Bethéis são realizadas geralmente quinzenalmente, sendo que o dia e o horário variam de acordo com cada Bethel.